11ª FELIS 2017 » SOBRE
SOBRE

A Feira do Livro de São Luís (FeliS) é o maior evento literário do Estado do Maranhão, concebido com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas em torno do livro e da mediação da leitura. Criado pela Lei Municipal nº 4.449, em 11 de janeiro de 2005, o evento é realizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), e do Governo do Maranhão, com a correalização do Serviço Social do Comércio (SESC) e Associação dos Livreiros do Estado do Maranhão (ALEM).

A FeliS é realizada de forma ininterrupta há 11 anos e oferece obras de todos os gêneros, promove centenas de atividades gratuitas para públicos de todas as faixas etárias por meio de programação cultural diversificada, que envolve escritores, ilustradores, mediadores da leitura e contadores de histórias, artistas entre outros convidados, além de reunir, a cada edição, um público de mais 200.000 visitantes.
A Feira do Livro de São Luís, a cada edição, é organizada em torno de uma temática construída coletivamente entre as diversas instituições parceiras na formatação do tema, definição do nome do patrono, eixos temáticos, planos de divulgação, apoio institucional, estratégias de viabilização, projeto arquitetônico e ambiental entre outros pontos.

Ao longo desses anos de realização, a FeliS já homenageou como patrono grandes expoentes da literatura que contribuíram e contribuem para a construção de uma sociedade mais consciente de seu papel como formadora de opinião, onde lista-se: Josué Montello, Arthur Azevedo, Ferreira Gullar, José Louzeiro, José Chagas, Nauro Machado, Wilson Marques e Lourdinha Lacroix. Além de patrono, a FeliS já homenageou outras personalidades e escritores maranhenses ligados às áreas da Literatura, Educação, Música e Arte entre outras linguagens e expressões artísticas e culturais.

A FeliS é um evento anual que faz parte do calendário cultural da capital maranhense e tem sua programação baseada nos seguintes eixos temáticos:

  • Literatura e patrimônio cultural;
  • Políticas de cidadania para o livro e a leitura;
  • Produção literária local;
  • Valorização da cultura regional popular;
  • A cidade como cenário cultural – produtora de conhecimento;
  • Democratização do acesso ao livro e valorização da leitura;
  • Acessibilidade para a inclusão.